Oportunidade ou “Fria”?

Oportunidade ou “Fria”?

O tema de hoje é oportunidade ou “fria”, também conhecido como oportunidade ou “cilada”. Eu gosto muito de falar sobre tomar ação, não é sobre começar a acelerar um pouco as coisas, principalmente quando a gente acha que a vida está um pouco estagnada, que não estamos muito satisfeitos com os resultados, isso que acontece é muito comum no meu caso, quando falo em definir o que quero, eu faço um planejamento e começo a tomar ação, para as coisas começarem a acelerar na minha vida, e daí surgem várias oportunidades, e agora, qual escolher?

Existem opções em que algumas pessoas travam e outras em que alguns abraçam o mundo, eu sou daquele tipo que abraça as oportunidades, mas o ponto negativo disso é que logo começamos a ficar sobrecarregados, por, principalmente, nos comprometermos com muitas pessoas em relação a cada oportunidade, e não conseguir atende-las de uma vez, perdendo, muitas vezes, tempo, energia e dinheiro.

 

Oportunidades não são magia

Afinal, quem nunca caiu em uma cilada achando que seria uma grande oportunidade, acreditando que a vida iria mudar da noite para o dia e de repente você se depara com uma fria.  As vezes a gente acelera as coisas na vida, começamos a nos comprometer com várias coisas e muitas oportunidades começam a aparecer, e isso não é mágica, pois, a partir do momento que você passa a tomar mais ações em sua vida, mais resultados aparecem, então, isso é fruto do seu esforço. A partir desses resultados, sejam eles positivos ou negativos você tem mais ações para realizar, e quando a gente toma mais ações a gente impacta outras pessoas. Se você é uma pessoa que é muito prática, está tomando muitas ações e obtendo resultados outras pessoas querem estar perto de você, e isso é muito bom, e aí várias pessoas começam a trazer oportunidades únicas, de negócio, de novos projetos, sejam eles pessoais ou profissionais. Então, se colocar em ação é fundamental.

Oportunidades, objetivos e valores

Quando as oportunidades começam a surgir nós ficamos um pouco indecisos, porque nem sempre essas oportunidades vão nos direcionar daquilo que queremos, a grande dica em relação a isso é, pare para avaliar se essa é uma oportunidade realmente é importante para você, se ela tá aproximando dos seus objetivos. Mas não basta a oportunidade estar te aproximando dos seus objetivos, mas te afastando dos seus valores, daquilo que na prática, no dia a dia é essencial como valor para você.

Não adianta você aceitar uma oportunidade que te aproxima dos seus objetivos, mas na mesma ter que abdicar dos fins de semana, quando você confraterniza com sua família, um valor muito importante para você, por exemplo. Com o tempo, você irá sentir que essa oportunidade não faz mais sentido, ficara desmotivado, pois você precisou deixar de lado algo fundamental para o seu bem-estar. Portanto, é sempre fundamental parar e refletir sobre os seus valores, o que é essencial para você viver na sua vida.

Se manter em uma oportunidade que te afasta de valores importantes traz grandes consequências, pois você começa a perder toda a vontade de estar ali, a pôr defeitos nos processos, nos colegas, ou seja, o sentido de que você tem a chance de se aproximar dos seus objetivos e metas começa a perder todo o sentido. Portanto, busque a clareza do que você realmente quer, reflita e tome uma decisão.

 

Clareza nos detalhes

Ter clareza quando aparece uma oportunidade é essencial, pois, geralmente se trata de algo muito importante para a sua vida, logo, a transparência é algo fundamental para que seja possível identificar se aquela oportunidade se encaixa nos seus objetivos. Se a clareza não é possível a longo prazo, mas pelo menos se tenha a curto prazo, para identificar a responsabilidade de cada um. Uma boa sugestão é a utilização de uma ferramenta de administração, a matriz de responsabilidade, que te ajuda a identificar as responsabilidades de cada membro de um projeto, quando, onde e por que. Quando fica o claro que cada um tem para fazer fica mais fácil, os projetos fluem muito melhor.

 

Uso de indicadores

É muito importante você identificar da melhor forma o possível se aquela oportunidade vai te render bons frutos, se ela se adéqua aos seus objetivos e valores, então como identificar?

Quando a oportunidade aparecer é fundamental você utilizar indicadores que mensuram, ou seja, que serem como “termômetro”, indicando o quanto essa oportunidade que surgiu se alinha ao que você espera para a sua vida, que faz sentido e que está trazendo retorno e resultado. Quando aparece uma oportunidade você tem três coisas para poder investir nela, seu tempo, sua energia e seu dinheiro, e aí você tem que identificar que tipo de retorno você quer, isso tem que ficar claro.

Quando você encarar uma oportunidade da sua vida lembre-se sempre dos três recursos que você dispõe para materializar as coisas, tempo, para dividir as suas atividades diárias e importantes para a sua vida, energia para estudar e crescer profissionalmente, e dinheiro para investir em algo certo.

Outro ponto muito importante é deixar claro com a sua equipe de quando vocês esperam obter resultados positivos dessa parceria, é importante que isso fique muito claro, porque senão você vai acabar, ou se frustrando e daqui a pouco está com trauma quando você ouve falar em uma oportunidade ou parceria você e não quer saber, e você pode sim estar perdendo algumas boas oportunidades, ou você acaba agarrando todas as oportunidades que surgem e depois não dá conta, o meu caso, por exemplo foi a segunda opção. Os projetos não davam certo, não por qualidade, mas sim por falta de clareza, e não existe nada pior do que falta de clareza, por você acaba se prendendo a um limbo, e os processos não fluem. Então, fuja da incerteza, deixe todos os pontos bem alinhados e claros com a sua parceria.  

 

 

“Frias clássicas”

A oportunidade de ganhar dinheiro rápido em pouco tempo é uma fria clássica, normalmente no mundo, exceções vão sempre existir, mas descartando esses pontos fora da curva, pra você ganhar muito dinheiro você tem que ter muito trabalho, tempo, energia e dinheiro de investimento, esse é o normal. A gente não aprende com os nossos erros, e sim corrigindo eles, ou seja, quando a gente toma alguma ação. Quando nos deparamos com algum erro e não fazemos nada, você ainda terá apenas o seu erro.

 

 

Concluindo

Lembre-se de quando surgir uma oportunidade na sua mão se você não está caindo em uma fria. Portanto, analise se a oportunidade está te afastando ou aproximando dos seus objetivos, pois para essa oportunidade dar certo e virar um projeto você deve envolver os três recursos, tempo, energia e dinheiro, ou pelo menos um deles. Pense sempre como um investidor, com clareza, qual o papel de todos os envolvidos e qual o retorno esperado, o que evita de cair em uma “fria”.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *